segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Massada de pato com grâo


No fim de semana, estive em casa dos meus pais que vivem na serra algarvia.

A viver no campo, entretém-se com uma pequena horta e alguma criação de galinhas e patos.

No regresso a casa ,sempre venho com algumas ofertas: carne, ovos, legumes e frutas, tudo bastante mais saudável do que os que compramos nas cidades.

A carne de pato, para quem não conhece, tem um sabor forte e marcante e apesar desta ter um tom escuro é considerada uma carne branca. 

É também uma carne altamente digestiva e com menos calorias do que a de frango (no entanto, é a ave com mais gordura na pele).

Para além da sua riqueza proteica é também rica em vitamina A, B3 e C e em  minerais como o  ferro, selênio e cálcio.

Quando tenho pato faço frequentemente o arroz de pato, e que já publiquei uma receita em 2009. 

Este fim de semana, quis inovar e fazer algo diferente. 



Ingredientes para cozinhar o pato:
- 1 Pato sem pele
- 1 Cebola
- 1 Folha de louro
- 1/2 Malagueta vermelha
- 2 Dentes de alho
- 1 Cravinho da índia
- Sal q.b.
- Água q.b.

Ingredientes para a massada:
- Pato cozinhado e desossado 
- Caldo de cozer o pato (coado) q.b.
- 1 Cebola
- 2 Dentes de alho
- 2 Colheres de sopa de azeite
- 5 Tomates pelados e sem sementes
- 1 Tira de pimento verde
- 1 Frasco de grão-de-bico cozido
- 150 gr de Macarrão
- 1 Ramo de hortelã
- Sal, pimenta, noz-moscada e açúcar q.b.




Cozinhar, de véspera, o pato com todos os ingredientes indicados.
Deixar arrefecer no caldo. 
No dia, desossar o pato e coar o caldo.

Fazer um ligeiro refogado com a cebola e os alhos picados no azeite.
Juntar o tomate picado e a tira de pimentos fatiada e deixar estufar. Temperar com sal, pimenta, noz-moscada e açúcar (atenção à quantidade de sal uma vez que o caldo já foi temperado). 

Juntar a carne de pato já cozinhada e desossada, e o ramo de hortelã. Deixar apurar em lume brando cerca de 10 minutinhos.

Acrescentar o grão escorrido e regar com o caldo.  Quando retomar a fervura juntar o macarrão e deixar cozinhar até ficar "al-dente".

Servir de imediato.

Ficou uma refeição do agrado de todos.

1 comentário:

  1. Eu adoro pato, caseiro já há muito que não como. O que eu gostava mesmo eram os ovos de pata!!! Aos aos que não encontro...

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita.
Os seus comentários são sempre benvindos.
Volte sempre.
Beijinhos da Belocas

Related Posts with Thumbnails