domingo, 1 de fevereiro de 2015

"Humburgueres" de Lentilhas com Legumes Salteados


Dia UM!! 
Mais 1 dia UM!!
Os meses correm.............

Mas, dia Um é também sinal que a "passadeira vermelha" está estendida para um grande desfile de iguarias. 
Hoje, no "Dia Um... na Cozinha" degustamos receitas vegetarianas.

O vegetarianismo é acima de tudo um estilo de vida, uma filosofia, é algo mais do que retirar a carne e o peixe da alimentação. 
Optar por uma dieta vegetariana é frequentemente adoptado para melhorar o estado de saúde. 
No entanto, é preciso conhecer muito sobre os alimentos e os seus nutrientes para conseguir ter uma alimentação saudável e equilibrada. A alimentação vegetariana pode, até ser prejudicial, nalgumas fases da vida, uma vez que pode conduzir a carências em alguns nutrientes, e principalmente para quem não reúne os conhecimentos adequados sobre os alimentos.

Mas o vegetarianismo também apresenta algumas variantes, nomeadamente aqueles que excluem da sua vida todos os produtos de origem animal, os vegan, mas também crudívoros, frugívoros, vegetarianos, ovo-vegetarianos, lacto-vegetarianos, ovo-lacto-vegetarianos.

Desde há alguns anos que o regime ovo-lacto-vegetarianismo me fascina.
No entanto, aqui em casa, não convence toda a família de igual modo. Assim, o truque é utilizar muitos legumes, frutos, cereais integrais, leguminosas, sementes, no dia a dia, e ir introduzindo algumas refeições  totalmente ovo-lacto-vegetarianas.




INGREDIENTES PARA OS HUMBURGUERES:
- 500 gr de Lentilhas 
-Água fria q.b.
-1 Folha de louro
- Salsa
- 100 gr de Nozes 
- 2 Gemas
- 1 Ramo de salsa
- Sal refinado, Pimenta, Cominhos, Caril q.b.
- Pão ralado q.b.

Começar por escolher as lentilhas ainda secas. Colocar numa taça e deixar de molho cerca de 1 hora.
Levar a cozer em água fria, com um pouco de sal, salsa e folha de louro.


Depois de cozidas, escorrer as lentilhas e triturar, grosseiramente, no "123", para que fiquem alguns grãos.

Juntar as nozes trituradas, as gemas e temperar, a gosto, com sal, pimenta e as especiarias.

Juntar o pão ralado até ficar uma massa moldável.

Com a ajuda de pão ralado moldar os "humburgueres" e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.

Levar ao forno a assar até ficarem dourados.


INGREDIENTES PARA MOLHO DE TOMATE:
- 4 ou 5 Tomates cacho maduros
- 1 Cebola média picada
- 2 Dentes de alho picados
- 1 dl de Vinho branco
- 2 Colheres de sopa de azeite
- Sal e pimenta q.b.
- Uma pitada de açúcar

- Queijo da ilha ralado q.b (pode ser outro tipo de queijo)

Saltear a cebola e o alho no azeite. 
Juntar o tomate picado, limpo de peles e sementes. 
Pouco depois acrescentar o vinho branco e deixar cozinhar até o molho ficar macio.
Temperar com sal e pimenta, um pouco antes de terminar.

Com a ajuda de uma colher, verter a tomatada em cima dos "humburgueres" e polvilhar com queijo ralado.
Levar ao forno mais uns minutos até gratinar o queijo.


INGREDIENTES PARA OS LEGUMES SALTEADOS:
- 350 gr de Feijão verde
- 300 gr de Cogumelos
- 2 Colheres de sopa de azeite
- 2 Tomates médios sem sementes
- 1 Dente de alho picado
- Sal, pimenta q.b.

Depois de lavar bem o feijão verde, retirar os fios e cortar em losangos. 
Levar a cozer em água e sal, cerca de 8 minutos. 
Escorrer e passar imediatamente por água fria.

Entretanto, lavar os cogumelos e laminar grosseiramente.
Saltear os cogumelos, no azeite, juntamente com o alho picado. Temperar de sal e pimenta.
Os cogumelos não necessitam ser muito cozinhados. Acrescentar os tomates partidos em gomos, sem sementes, e o feijão verde.
Deixar o tomate apenas ganhar calor. Não necessita cozinhar muito. 
O pouco tempo que fica no lume é apenas para envolver os sabores e ficar quente.
Se cozinhar muito, perde as cores dos legumes e alguns nutrientes.



Servir imediatamente os "humburgueres" de lentilhas, acompanhados com a salada de legumes quente, e se quiser um pouco de arroz branco.



E, com esta receita deixo a minha sugestão de uma refeição vegetariana, agradável, colorida, cheia de nutrientes.

Fica também o "logo" do mês de fevereiro do "Dia Um...na Cozinha".


domingo, 25 de janeiro de 2015

Beringelas recheadas com Salmão

Uma refeição agradável, simples e saudável.

Um ótimo jantar!


Ingredientes:
- 3 Beringelas médias
- 2 Medalhões de salmão congelados
- 1 Cebola média
- 2 Dentes de alho picados
- 1 Cenoura grande ralada
- 1/4 de Pimento verde cortado em cubos
- 2 Pétalas de tomate seco picadas
- 2 Colheres de chá de alcaparras (cortar ao meio)
- 2 Colheres de sopa de azeite
- Orégãos q.b.
- Sal e pimenta
- Pão ralado + azeite q.b

Lavar as beringelas, cortar o pezinho e partir ao meio.
Escavar a polpa, fazendo um barquinho e reservando a polpa.
Salpicar o "barquinho" com sal grosso e deixar repousar enquanto faz o recheio (retira o sabor amargo da beringela).
Picar a polpa da beringela e reservar.


Cozer os medalhões de salmão em água e sal e reservar.

Fazer um ligeiro refogado com o azeite, a cebola, e o alho.
Quando a cebola e o alho começarem a ficar translucidas juntar a cenoura, o pimento, e a polpa da beringela.

Temperar com sal e pimenta, tapar o tacho e deixar estufar os legumes. 
Se for necessário acrescentar um pouco de água de cozer o peixe (não deixar cozer muito os legumes para ficarem com uma cor viçosa)

Juntar o salmão lascado, o tomate seco e as alcaparras.

Polvilhar com um pouco de orégãos


Envolver tudo e manter no fogo apenas breves minutos para que os sabores se misturem.

Passar os "barquinhos" de beringela por água para retirar o excesso de sal e os sucos da beringela que tem sabor amargo.

Rechear as beringelas com os legumes e o salmão e colocar num pirex que possa ir ao forno.

Polvilhar com pão ralado, e regar com um fio de azeite.


Deitar um golinho de água no fundo do pirex para não queimar e levar ao forno cerca de 30 minutos até gratinar e a beringela ficar cozinhada.


Servir com couve flor ou com um arroz branco.

Bom domingo!

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Pasteis de Carne de Vitela no Forno

Este fim de semana apetecia-me algo com ar de petisco, pelo que fiz uns pasteis de massa, recheados com carne de vitela e alguns legumes.

Comecei por fazer o recheio e só depois a massa.

Vamos à receita:

Ingredientes para o recheio:

- 250 gr de Carne de vitela picada
- 1 Cebola picada
- 3 Dentes de alho
- 1 Lata de cogumelos
- 100 gr de Folhas de espinafres
- 2 Colheres de sopa de azeite
- Amido de milho q.b.
- Sal, pimenta e colorau q.b. 

Ingredientes para a massa:

- 2 Chávenas de farinha de trigo
- 1/2 Chávena de leite morno
- 2 Ovos (1 para pincelar)
- 2 Colheres de sopa de margarina
-1 Colher de chá de fermento em pó
- Sal q.b.


Para fazer o recheio levar o azeite ao lume, a cebola e os dentes de alho. Deixar ficar translúcido.

Juntar a carne de vitela,  migada, e mexer constantemente para cozinhar e ficar bem solta.

Quando a carne começa a perder toda a água, juntar os cogumelos grosseiramente picados, e pouco depois as folhas de espinafres.

Deixar estufar ligeiramente e acrescente um pouco amido de milho (usei Maizena Express para molhos).

Retirar do lume e deixar arrefecer.


Entretanto, preparar a massa, juntando todos os ingredientes (apenas 1 ovo). 
Amassar bem. 

Enrolar a massa, numa folha de película celofane, e deixar descansar cerca de 30 minutos.


Esticar a massa, com um rolo da massa, e cortar pequenos círculos com a ajuda de uma caixa.

Rechear com a mistura de carne e legumes e em redor passar com um pincel e um pouco de clara de ovo.

Fechar o pastel com a ajuda de um garfo e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.

Proceder de igual forma para a restante massa e recheio (a massa não deve ficar fria, pois fica com mais dificuldade em se esticar)


Quando terminar, a massa e o recheio (aqui em casa rendeu 18 pasteis) pincelar os pasteis com o ovo batido.


Depois levar diretamente ao forno ou então polvilhar com sementes de sésamo, linhaça, papoila ou um pouco de caril, que foi a minha opção.


Levar ao forno pré-aquecido a 200 G até ficarem lourinhos.

Retirar do forno, e imediatamente a seguir retirar os pasteis de cima do papel vegetal, porque sempre existe alguma perda de gordura e a massa não deve "ensopar".


Servir quentes ou frios com uma salada a gosto, ou ainda aproveitar para "picar" tipo petisco a acompanhar com uma cervejinha ...


Continuação de boa semana e boas experiências na cozinha.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Granola Caseira


A Granola consiste numa mistura de:
* cereais (cevada, aveia, trigo, arroz, farelo e gérmen de trigo,...)
*sementes (linhaça, sésamo, girassol, abóbora, papoila, chia,...) e,
* frutos secos ou desidratados (amêndoas, nozes, amendoins, sultanas, figos, bagas de goji,...).

É um alimento com bastantes qualidades nutricionais, mas também muito calórico. 
Rico em fibras, vitaminas (A,D,C), proteínas e minerais (ferro, selénio, zinco,...). 




É de fácil digestão e boa reguladora do intestino, dos níveis de colesterol e segundo alguns teóricos previne quer o envelhecimento quer algumas doenças como o cancro do aparelho digestivo.

A grande contra indicação é para quem precisa fazer dieta, pois precisa ter mais cuidado com as quantidades que consome.

O melhor horário para consumir este alimento é ao pequeno almoço e a meio da tarde, quando ainda temos bastante atividade. 

Devemos também consumir bastante água, ao longo do dia, pois como a Granola foi desidratada pelo calor, irá absorver água o que permite o aumento de volume das fibras e a consequente sensação saciedade.



Fazer Granola em casa tem grandes vantagens: 
- permite grande diversidade de ingredientes (a receita depende da criatividade de cada um);
- permite controlar a quantidade de doce;
- é mais económico;
- e divertido!




Ingredientes da minha receita de hoje:

- 2 Chávenas de chá de flocos de centeio
- 1 Chávena de chá de coco
- 1/2 Chávena de chá de amêndoas, com pele cortadas grosseiramente
- 1/2 Chávena de café de sementes de girassol
- 1/2 Colher de sopa de sementes de sésamo douradas
- 1/2 Colher de sopa de sementes de sésamo escuras
- 1/2 Colher de café de flor de sal
- 1 Colher de sopa de sementes de chia
- 1 Colher de sopa bem cheia de manteiga de amendoim crocante
- 2 Colheres de sopa de mel
- 1/2 Chávena de café de água
- 1/2 Chávena de alperces, ao natural, sem caroço
- 1/2 Chávena de sultanas douradas

(aproveitando sementes e frutos que precisavam ser consumidos, mas pode-se usar outros ao critério de cada um)



Numa tigela misturar os flocos de centeio com o coco, a amêndoa, as sementes de girassol e de sésamo.

Numa chávena misturar a manteiga de amendoim, o mel, a água e o sal. Levar ao microondas, cerca de 30 segundos e mexer até a mistura ficar homogénea.

Misturar bem os líquidos com os secos, pode ser à mão para se sentir bem a consistência e se todos os ingredientes estão bem humedecidos.

Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal (não necessita ser untado) e levar ao forno, previamente aquecido a 140G ( usar apenas a resistência da base do forno). 

Enquanto está no forno deve-se mexer a Granola, a cada 10 minutos, para que os seus ingredientes fiquem uniformemente secos e crocantes. Demora cerca de 40 a 60 minutos no forno ou retire quando já estiver bem douradinho

Uns minutinhos antes de retirar do forno acrescente os alperces cortados em bocadinhos pequenos, as sultanas e as sementes de chia.

Deixe arrefecer e guarde em frascos, hermeticamente fechados.



Para consumir a Granola, basta juntar, iogurte, leite, frutas, gelado, sumos, ..., o que mais agradar.

Muito bom! 
Fiquei cheia de vontade de experimentar outros ingredientes!!

Desejo bom domingo a todos os meus visitantes.


sábado, 17 de janeiro de 2015

Tentáculos de Pota guisados com ervilhas


Há alguns alimentos que gosto de ter no congelador.

Não há que ter receio de utilizar alimentos congelados. São até mais seguros, se a rede de frio for de confiança.

Os alimentos congelados conservam quer as suas características nutricionais quer o seu aspeto e sabor. E, facilitam muito a preparação de uma refeição poupando tempo e dinheiro.

Hoje, trago uma dessas refeições, simples, rápidas e económicas, realizada com alguns alimentos congelados.



Ingredientes:

- 1 Embalagem de tentáculos de pota com cerca de 800 gr
- 1 Cebola com casca
- 1 Folha de louro
- Água q.b

- 1 Cebola picada
- 3 Dentes de alho picados
- Azeite q.b
- 1/2 Chouriço alentejano (pequeno)
- 1 Tira larga de pimento verde
- 1/2 Malagueta (retirar as sementes)
- 2 Tomates em conserva e algum caldo
- 1 Cenoura grande
- Cerca de 750 gr de Ervilhas congeladas
- Farinha maisena q.b.
- Salsa picada q.b.
- Sal, pimenta e açúcar q.b.


Cozer os tentáculos de pota, na panela de pressão, com a água, a cebola inteira com a casca de fora (bem lavada) e a folha de louro.

Depois de começar a apitar reduzir o fogão para o mínimo e deixar cozer cerca de 10 minutos.

Depois de cozidos, retirar da água e cortar em pedaços.



Num tacho, juntar a cebola e os alhos picados com o azeite e deixar alourar ligeiramente. Juntar o o chouriço cortado às rodelas, sem a pele e deixar cozinhar um pouco.

Acrescentar o pimento verde, cortado em pequenos cubos, a malagueta e o tomate de conserva também ligeiramente migado com um garfo. Temperar de sal e deitar uma pitadinha de açúcar para quebrar a acidez dos legumes. 

Deixar estufar um pouco, juntar a cenoura cortada em cubos e as ervilhas congeladas. Acrescentar um pouco de água de cozer os tentáculos de pota, e esperar que levante novamente fervura.

Acrescente as potas e deixar cozinhar até os legumes ficarem cozidos.

Rectificar os temperos com sal e pimenta. 

No final, engrosse o caldo com um pouco de farinha maisena.


Polvilhe com salsa picada e sirva com um acompanhamento a gosto.

Aqui em casa, optamos por um pouco de massa, mas também poderia ser com arroz ou batatinha cozida.

Bom apetite!!

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Arroz de Açafrão


Nos períodos de Festas sempre gostamos de inovar e ter na nossa mesa receitas originais, aromáticas, com ingredientes diferentes e até com outras origens ....

A receita deste arroz fiz no Natal para acompanhar o Galo Assado que servi no jantar de dia 24 de dezembro. 

Mas, a azáfama destes dias não foi favorável às sessões fotográficas,..., e assim já fiz novamente.

A minha cunhada D. deu umas dicas, e ficou delicioso.


Ingredientes:

- Azeite q.b.
- 1 Cebola média picada
- Dentes de alho picados
- 1/2 Pau de canela
- 2 Cardamomos
- 1 Cravinho
- 1/2 Flor de anis partida
- 1 Colher de café de Açafrão (mal cheia)
- 1 +1/2 Chávena de arroz vaporizado(chávena com 2 dl)
- Sal q.b
- O triplo da medida de arroz em água
- Cerca de 50 gr de passas douradas (ou mais, de acordo com o gosto de cada família)



Fazer um refogado ligeiro com o azeite, a cebola e os alhos picados. 
Juntar as especiarias, nomeadamente o pau de canela, a flor de anis, o cravinho e o cardamomo, esmagado com a ajuda de uma faca.

Acrescentar o açafrão e mexer. 

Adicionar o arroz, temperar com o sal, mexer bem e deixar absorver os sabores. 

Acrescentar a água (pode não deitar toda, e no final, após rectificar os sabores, deita um último "golinho" de água fria o que permite quebrar a temperatura, não deixando que o arroz fique demasiado seco e sem molho).

Por fim, deitar as passas e servir.


Sabor a oriente....


Aromas do oriente....

Boa semana

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Cocktail de Mel


O ano de 2015 chega com bastante frio.
Mesmo assim, não resistimos a brindar com um delicioso espumante, acompanhar com as 12 tradicionais passas e a pedir os respetivos desejos, que guardamos no coração na esperança que se realizem.

A noite passou-se em família e o serão foi longo.
De manhã o sol brilhava intensamente, mas o frio pedia bebidas quentes, deliciosas e aconchegantes.

Aqui em casa só as " meninas" estavam acordadas, e foram as "meninas" (eu e a filhota que está a estudar para os exames) que nos deliciamos com um cockatil quente e fizemos um novo brinde, não só a este ano de 2015, que esperamos que seja com saúde, com amor, paz e muita amizade e compreensão, mas também a todos os "cozinheiros e cozinheiras" que participam no grupo do facebook "Dia Um,...,Na Cozinha", e que mensalmente publicam deliciosas iguarias, que são desafios e grandes momentos de partilha. 

Neste final de ano, o desafio foi brindar ao Novo Ano com "cores e sabores no seu estado liquido".

Assim, esta publicação é especialmente dedicada, de forma modesta e simples, a todos aqueles que carinhosamente participam neste grupo.



Ingredientes para cada dose:

- 1 Colher de café de mel
- 1 Colher de café de açúcar mascavado
- 1 Colher de café de aguardente
- 1 dl de Leite quente
- 1 Pau de canela
- Casca de laranja


Deitar no fundo de cada copo, 1 colher de café de mel, 1 colher de café de açúcar mascavado e 1 colher de café de aguardente (pode deitar mais se gostar mais forte).


Colocar o pau de canela e a casca de laranja, na borda do copo.

Deitar o leite acabado de ferver  e servir imediatamente.


O aroma da canela e da casca de laranja, tornam esta bebida deliciosamente agradável.



Tchim ... Tchim caros amigos e amigas que me visitam neste meu espaço de partilha.

Deixo o logo do grupo "Dia Um,...,Na Cozinha" para o mês de janeiro.



A todos, desejo um Feliz Ano de 2015. 


domingo, 9 de novembro de 2014

Castanha assada na "Panela Velha"

Aproxima-se o dia de são Martinho, 11 de novembro.

É uma das celebrações que marcam o outono,  e segundo rezam os ditados populares:

"No dia de São Martinho, castanhas, pão, e vinho"

E hoje como o tempo arrefeceu, já apetece fazer o primeiro magusto com castanha, Vinho do Porto, Aguardente de figo (caseira), Bolo de especiarias, e outros petisquinhos,....




Ingredientes:
- 1 Kg de castanhas cortadas
- Sal q.b.



Começar por lavar as castanhas e deixá-las molhadas.
Dar um corte e temperar com sal.

Usar uma panela de alumínio velha, preferencialmente muito velha, daquelas que até tem direito a buracos....a minha panelinha herdei-a da avó do meu marido, que se fosse viva teria 106 anos. Sempre conheci esta panela velha, e também só servia para assar castanhas.
Guardo-a religiosamente e sai do fundo do armário sempre nesta época....



Colocar as castanhas dentro da panela velha,e levar ao lume em cima do fogão. Dar "voltinhas" às castanhas até ficarem assadas. 
Quando elas já estão a abrir, e se forem muito grandes, é provável que ainda estejam cruas. Então deito uns borrifos de água, e coloco um pano de cozinha, dentro da panela. Assim cria-se um pouco de vapor de água, ajudando a cozer. Repetir esta operação até estarem bem assadas.

Quando se retiram do lume é importante repousarem uns minutos, numa tigela de barro com tampa, ou num cartucho de papel.


Hoje, o cartucho era gigante, mas desapareceu num ápice...............



domingo, 2 de novembro de 2014

Mini Tarteletes Salgadas

E quando queremos fazer um lanche, um petisco, ou simplesmente um miminho à família, a amigos ou colegas, que tal umas mini tarteletes salgadas.

São simples, rápidas e muito boas.

Apresento duas sugestões: a primeira é vegetariana ou melhor ovolactovegetariana, e as segundas são de atum, mas também ricas em legumes.



Ingredientes para 12 tarteletes vegetarianas:
- 1 Placa redonda de massa quebrada (de compra)
- Sementes de linhaça e de sésamo, a gosto
- 1 Colher de sopa de azeite
- 1 Dente de alho
- 6 Cogumelos frescos laminados
- Sal q.b
- 2 Tomates sem sementes
- Queijo Mozarella ralado q.b.
- 1/2 Pacote de natas light
- 1 Ovo
- 12 Azeitonas pretas sem caroço
- Pimenta q.b.
- Orégãos
- Flor de sal


Começar por preparar a massa, desenrolar a placa, polvilhar com as sementes, colocar uma folha de papel vegetal, por cima, e passar com o rolo da massa. 
Desta forma as sementes ficam agarradas à massa. 
Depois é só cortar a massa em rodas um pouco maior que a base das formas.
Forrar as forminhas que devem estar previamente untadas com um pouquinho de margarina líquida.



Entretanto preparar o recheio. 
Lavar os cogumelos e laminar.
Levar uma frigideira ao lume com o azeite, e saltear o alho e os cogumelos temperados de sal.
Limpar o tomate das sementes e cortar aos quadradinhos.
Cortar as azeitonas ao meio.
Numa taça, deitar o ovo e bater com cerca de metade do pacote de natas e temperar com pimenta.



Nas formas, começar por colocar 2 ou 3 laminas de cogumelos, um pouco de tomate, o queijo ralado, as azeitonas, regar com uma ou 2 colheres de sopa do preparado de ovo e natas, polvilhar com orégãos e com flor de sal.

Levar ao forno a 180 G, cerca de 35 minutos ou até ficarem douradinhas.


Ingredientes para 12 tarteletes de atum:
- 1 Placa redonda de massa quebrada (de compra)
- Sementes de linhaça e de sésamo, a gosto
- 1 Colher de sopa de azeite
- 1 Dente de alho
- 90 gr de Folhas de espinafres
- Sal q.b.
- 1 Lata de atum em óleo
- 2 Metades de tomate seco em óleo
- Queijo Mozarella ralado q.b.
- 1/2 Pacote de natas light
- 1 Ovo
- Pimenta q.b.
- Orégãos



Começar por prepara os espinafres, lavando muito bem e saltear em azeite com o alho bem picado e temperados com sal. Escorrer o excesso de liquido. 
Escorrer bem o óleo do atum e tomate seco.
Bater o ovo com as natas e um pouco de pimenta (se for necessário um pouco de sal, mas atenção aos ingredientes que já tem sal)

Nas formas colocar um pouco de atum, de espinafres, de tomate seco picado, de queijo ralado, do preparado de ovo e natas e por fim polvilhar com orégãos.



Levar, igualmente, ao forno  a uma temperatura de 180 G, cerca de 35 minutos.


Servir mornas ou frias. 

Um bom petisco. 

Related Posts with Thumbnails