segunda-feira, 6 de abril de 2015

Ensopado de Javali


Na Páscoa, manda a tradição comer-se borrego. 

Mas, este ano foi diferente, e em vez de borrego, fiz Javali.

Esta é uma carne de sabor delicado e um pouco exótico. Destaca-se por ser uma carne magra com baixo nível de colesterol, elevado valor proteico, pouco calórica e um pouco mais fibrosa e escura que a carne de porco.

A carne de javali e considerada uma carne vermelha, mas talvez possamos dizer que destas é uma das mais saudáveis.

Permite várias formas de confecção, desde estudados, ensopados, assados ou grelhados.

Assim, no almoço de Domingo de Páscoa optei por fazer um ensopado de Javali.

Foi um ensopado e tanto, não houve dieta para ninguém......


Ingredientes:
- 1 Kg de Carne de Javali
- Água, sal, limão q.b.
- Azeite q.b.
- Sal q.b.
- 2 Cebolas médias
- 3 dentes de Alho
- Salsa
- 1 Folha de louro
- 1 Ramo de alecrim
- 1/2 Malagueta vermelha (atenção às partes picantes)
- 1 Colher de sobremesa de colorau
- 1 Colher de café de pimentas em grão (diversas)
- 2 Tomates maduros
- 2,5 dl de Vinho caseiro (de preferência tinto)
-  3 ou 4 Cenouras
- Água quente q.b
- 2 Dentes de Alho
- 1 Ramo de coentros
- Pão q.b.
- Óleo para fritar



Na véspera, cortar a carne em bocados grossos e colocar num alguidar coberta de água com sal e rodelas de limão. Guardar no frigorífico. Desta forma a carne perde algum sangue e vai ficar mais macia.

No próprio dia, deitar azeite num tacho (usei panela de pressão) e corar a carne, lentamente salpicada de sal. Deixar ao lume, virando frequentemente até evaporar a água, que entretanto, vai libertando.

Quando só já existe azeite no tacho, e a carne já está a fritar, retirar a carne e rejeitar esta gordura.

No mesmo tacho, deitar mais azeite, e refogar ligeiramente a cebola, os alhos, a folha de louro e o alecrim.
Juntar o tomate picado, a salsa e a malagueta. Juntar a carne, temperar com um pouco de sal, pimenta e colorau. Deixar cozinhar.

Juntar o vinho e tapar a panela de pressão. Deixar ganhar pressão, e cozinhar durante 5 a 10 minutos. 

Nem sempre a carne de javali necessita de pressão, mas acelera mais o processo de cozinhar, uma vez que é um animal selvagem e normalmente com uma carne mais rija.

Depois de destapado rectificar os temperos e deixar cozinhar lentamente até a carne ficar macia. Ir acrescentando água quente. 

Quando estiver praticamente cozinhado juntar a cenoura cortada em bocados grande.

No final, juntar um molho de coentros e os 2 dentes de alhos picados finamente. 




Enquanto, a carne de javali cozinha, preparar o acompanhamento. 

Fritar o pão em óleo, bem quente, e escorrer.

Fritar batatas às rodinhas e colocar em redor do pão.



Assim que terminar o ensopado, despeje por cima do pão frito.

Decore com mais folhas de coentros.

Sirva quente e se quiser acompanhe com uma salada fresca.



Acompanhe com um vinho tinto, se possível da região Alentejo. 

Não me atrevo a sugerir nenhuma marca....



Ainda pensei em fazer o ensopado numa versão menos calórica, com pão torrado e umas batatas cozidas. 

Mas, fica para a próxima oportunidade de cozinhar javali....




5 comentários:

  1. Parece óptimo!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ficou uma verdadeira delicia de vez em quando uma comida calorica sabe bem
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Nunca provei, mas tem muito bom aspecto!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    www.strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  4. Que sugestão interessante! Ainda tenho de experimentar carne de caça e parece-me que o jvali é uma boa opção para começar!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. adoro carne de caça e esse prato ficou com tão bom aspeto.


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita.
Os seus comentários são sempre benvindos.
Volte sempre.
Beijinhos da Belocas

Related Posts with Thumbnails