sábado, 16 de janeiro de 2010

Azevias de Grão

Nos próximos posts vou publicar algumas comidas que fiz durante o Natal, ou que a família trouxe (Mãe e Cunhada - muito dadas a estas goludices).

Todos os anos nos reunimos, ora na minha casa ora na casa dos meus cunhados, e algumas iguarias não podem faltar na nossa mesa, como as azevias, as rabanadas, os pestins, as filhós...

A festa faz-se à volta da mesa, mas também com muita música, alegria, troca de prendas, grande confusão para dormir, lareira acesa, e entre muitas outras coisas, algum trabalho.

No meu Natal, de criança, faziam-se empanadilhas de batata doce e amêndoa (que eu adoro) e que em termos de aspecto são parecidas com as Azevias.

Desde que vim morar para o Alentejo que me aventurei a fazer este doce regional. Recolhendo dicas daqui e dali, fui construindo a minha própria receita.

Vamos, então, às azevias:



Ingredientes para o recheio:

- 500 gr de grão seco (cerca de 1 Kg depois de cozido)
- 800 gr de açúcar
- 1 + 1/2 dl de chá (erva doce + pau de canela + casca de laranja + casca de limão)
- 4 gemas
- sumo de uma laranja
- 1 pitadinha de canela em pó

Dois dias antes de fazer as azevias, coloco o grão de molho (pelo menos 14 ou 15 horas).
Cozo na panela de pressão, sem colocar sal.



Depois é preciso descascar o grão (tarefa demorada, mas que acaba por ser uma brincadeira com as crianças), e passar pelo passe-vite.
Há quem utilize o grão de conserva, mas eu gosto de fazer de forma tradicional. Para descascar o grão utilizo um pano de cozinha e vou colocando, conchas de grão escorrido mas quente, e esfrego de modo a soltar a casca. Depois é escolher.

Entretanto, faço um chá forte com as sementes de erva-doce, o pau de canela, a casca de laranja e a casca de limão. Deixo ferver, uns minutinhos, para ficar mais intenso.
Com este chá, preparo a calda de açúcar. Quando esta começa a ficar grossa e a querer agarrar às paredes do tacho junto o puré de grão. Deixo ferver mexendo sempre, até fazer ponto de estrada.

Retiro do lume e deixo arrefecer antes de juntar as gemas e o sumo de laranja.

Levo novamente ao lume mexendo sempre, deixando engrossar, mas não ferver (para não talhar).

Deixo arrefecer, completamente, o recheio antes de fazer as azevias.


Para não secar, coloco uma película transparente com mostra a foto.


Ingredientes para a massa:

- 1 Kg de farinha sem fermento
- 250 gr de banha (1 caixa)
- 2 medidas (caixa da banha) de água quente ou chá
- 1 pitada de sal
- 1 cálice de aguardente

Para fazer a massa utilizei o chá que fiz para o recheio.

Num alguidar, coloquei a farinha, a banha e deitei o chá bem quente, de forma a escaldar a gordura e esta poder derreter.
Com a ajuda de uma colher de pau fui mexendo e depois comecei a amassar à mão como se faz com o pão.

Não deito a quantidade de chá toda de uma vez.

Vou acrescentando aos poucos e amassando para que a massa vá ficando elástica.

Não se deve deixar a massa arrefecer.


Para a massa estender bem deve permanecer sempre quentinha.

Habitualmente coloco o alguidar, da massa, dentro de outro com água quente que vou substituindo.


Depois é só esticar a massa bem fininha, colocar o recheio e fechar como se fosse um rissol. Cortar com uma carretilha e reservar em cima de uma toalha até poder fritar.

As azevias devem ser fritas em bastante óleo e com a ajuda de uma escumadeira fazer o óleo passar por cima delas de modo a enfolarem e ficarem cheias de ar.


Retiro para um prato, com papel absorvente, e não coloco outras por cima, porque a massa fica muito tenra e acabariam por murchar.

Na fotografia, as azevias estão numeradas com o (1)

Só devem ser polvilhadas com açúcar no momento de servir, porque este deixa a massa mole.


A mesa das goluseimas...

5 comentários:

  1. Pelo aspecto, ficaram maravilhosas, tal como essa mesa :)
    beijinho Belocas.

    ResponderEliminar
  2. Belocas ficou tudo um mimo!!!bjokas:**))

    ResponderEliminar
  3. Olá! O guardente deve ser acrescentado em que momento? Obrigada!

    ResponderEliminar
  4. Pergunta pertinente, pois não está muito explicito. Normalmente acrescento a aguardente a uma parte do chá. Uma vez que vou acrescentando golinhos de chá até a massa estar bem elástica. Espero que goste de fazer esta massa. obrigado pela questão um abraço e Boas Festas

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita.
Os seus comentários são sempre benvindos.
Volte sempre.
Beijinhos da Belocas

Related Posts with Thumbnails