sábado, 22 de outubro de 2011

Queques de Beterraba

A beterraba é um legume bastante rico.

Tanto a raiz como as folhas são   comestíveis. Nunca consegui encontrar folhas de beterraba à venda, pelo que normalmente utilizo apenas as raízes.

Estas tem um sabor característico e ligeiramente doce. O doce tem haver com a riqueza em hidratos de carbono e a cor vermelha é devido a um pigmento chamado betacianina, muito utilizado como corante na industria alimentar.

Rica em nutrientes como o ferro, magnésio, potássio, cobre, fosforo, vitamina C, entre outros deveria ser mais consumida na nossa alimentação diária.
Pode ser comprada crua ou cozida (já embalada), o que é uma grande vantagem.

Normalmente utilizo a beterraba em saladas, mas desta vez aventurei-me a fazer uns queques com beterraba. Foram um sucesso e os meus filhotes já estão a pedir para fazer mais bolos com este legume.

A receita publiquei no Iguarias P'ra Gulosos.




Experimentem e surpreendam-se .

Bom fim de semana.


domingo, 16 de outubro de 2011

Marmelos Caramelizados

O Outono continua com temperaturas elevada, apesar dos dias mais pequenos, e das noites um pouco mais frescas.

Os frutos desta época já aparecem nas bancas dos mercados, como os Marmelos, as Romãs, as Castanhas, e muitos frutos secos, que se colheram no Verão.

Os marmelos começaram a aparecer nos finais de Setembro e são extremamente perfumados. São uma fruta rica em vitamina C e pectinas. Tem, no entanto, uma polpa dura, áspera e amarga, pelo que normalmente não é comido cru. É ótimo para fazer marmeladas e geleias.

Mas quem já experimentou fazer outras comidas ou sobremesas com os marmelos??

Ficamos surpreendidos....

A ideia deste acompanhamento fui buscar ao Blog da Laranjinha, e as minhas alterações aconteceram porque não tinha todos os ingredientes.

Apesar de ter sido um almoço simples, festejei, em família, os meus 23 anos de casamento. 



Ingredientes:
- 4 Marmelos
- 100 gr de Margarina
- 3 Colheres de sopa de açúcar
- 2 Colheres de sopa de Vinho do Porto
- 1 Colher de sopa de mel
- 4 Pétalas de flor de anis

Pelar os marmelos e retirar os caroços. Ir colocando emersos em água com umas gotas de sumo de limão para não oxidarem.

Numa frigideira anti-aderente colocar a manteiga e levar ao lume. Quando derreter começar a juntar fatias de marmelo, e deixar cozinhar.

Entretanto, juntar o açúcar, o Vinho do Porto e o mel. Mexer de vez em quando, até os marmelos ficarem macios e caramelizados.

Retirar do lume e servir a acompanhar Lombetes de Porco grelhados e Arroz de Coentros 


Há poucos dias também utilizei marmelos para fazer o bolo de aniversário do meu sogro, e que publiquei no Iguarias p'ra Gulosos.
Estou rendida a este fruto que durante este Outono vai ser Rei na minha cozinha


Boa Semana 

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Salada de Grão com atum


Estamos no Outono, mas as temperaturas atmosféricas continuam elevadas. Está mesmo Calor!
Parece que estamos no Verão (tardio).

Apetece praia, (grande vantagem em ter mudado de residência para o Litoral Alentejano), comidinha fresca, como esta salada, e uma boa cervejinha.



Ingredientes:
- 1 Frasco de Grão cozido
- 3 Latas de atum
- 3 Ovos
- 3 Tomates madurinhos
- 1/2 pepino
- 1 Pepino de conserva 
- Azeite, Vinagre e oregãos

Nada mais fácil, ...


quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Lulas de Coentrada

Esta é uma refeição bem simples e normalmente muito apreciada pelas crianças.
Pode ser acompanhada com puré de batata, batata cozida ou um arroz branco. Juntar sempre alguma verdura, como uma salada de alface, brócolos cozidos, couve estufada...


Ingredientes:
- 1,5 Kg de Lulas congelas já limpas
- 2 Cebolas médias
- 2 dentes de alho
- 1 Folha de Louro
- Azeite qb
- 100 ml de Polpa de tomate
- 100 ml de Vinho branco
- 1 Colher de sopa de amido de milho
- Salsa ou coentros frescos picados para polvilhar
- Sal, pimenta em pó qb

Num tacho colocar o azeite, a folha de louro, as cebolas e os dentes de alhos picados.
Junte as lulas já descongeladas e lavadas.
Deixe estufar um pouco. Tempere com sal e pimenta, a gosto.
Acrescente a polpa de tomate e o vinho branco.
Deixe cozinhar até as lulas ficarem tenras.
Por fim, dilua o amido de milho num pouco de água e misture no molho para que fique com um aspecto cremoso.
No momento de servir polvilhe com salsa ou coentros picados.


domingo, 9 de outubro de 2011

Pão Brioche de Iogurte com Sementes de Papoila

Hoje, acordamos com o cheirinho a pão quente para o pequeno almoço de Domingo.
Foi um pão muito fofinho, e ligeiramente doce.
Salpicado de sementes de papoila, ficou com um toque especial.
A inspiração foi tirada daqui, mas as adaptações transformaram-no num pão completamente diferente.


Ingredientes:
- 2 Iogurtes naturais
- 1 ovo grande
- 3 Colheres de sopa de mel, bem cheias
- 1/2 Colher de chá de sal marinho
- 2 Colheres de sopa de azeite
- 100 gr de Sêmola de trigo
- 400 gr de Farinha de Trigo T65 (sem fermento)
- 1 Colher de sopa de sementes de papoila
- 1+1/2 Colheres de chá de fermento granulado(Fermipan)

Colocar todos os ingredientes na cuba da MFP, pela ordem indicada.
Programar Pão doce (5).
Cor. médio
Peso:

Acompanhar com manteiga, fiambre, queijo fresco, compota, ... , e um bom cafezinho.

Nota:* A MFP permite programar a hora a que queremos ter o nosso pão feito. Assim faço frequentemente o pão durante a noite, quando a tarifa da electricidade é mais barata (horas de vazio).

* Quando o tempo está muito quente, ou quando o intervalo de horas é muito grande deve evitar-se a utilização de produtos que possam ficar alterados, como os ovos ou o iogurte.
Related Posts with Thumbnails