terça-feira, 20 de agosto de 2013

Sopa de Tomate e Cenoura


O tomate é um fruto do tomateiro. 
Esta planta, originária das Américas Central e sul, é bastante apreciado em várias cozinhas, por este mundo fora, tal como a Italiana.

Em Portugal, também é muito utilizado, principalmente na primavera e verão, quando se intensifica a produção ao ar livre. No entanto, a produção faz-se durante todo o ano em estufas.

Mas, nesta época o tomate fica normalmente mais barato, com mais sabor, com mais perfume e com uma consistência totalmente diferente do tomate de estufa. 

Existem muitas variedades, em que estas carateristicas são bastante evidentes.

Hoje, trago um creme de tomate e cenoura, super simples.

Normalmente deito um pouquinho de batata, mas desta vez optei por juntar courgette (uma bem grande que parecia uma abóbora).




Ingredientes:
- 1 cebola média
- 1 Cougete grande
- Tomate q.b.
- Cenoura q.b
- Azeite e água q.b.
- 2 Folhas de mangericão frescas
- Croutons caseiros

Começar por arranjar os legumes: limpar o tomate de peles e sementes, raspar a pele às cenouras, tirar a pele e as sementes à courgete (se for muito grande). Cortar tudo em pedaços pequenos.

Fazer um ligeiro refogado com o azeite e a cebola. Acrescentar os legumes e deixar cozer, um pouco, nos próprios sucos.

Acrescentar a água, suficiente para a sopa e deixar ferver uns minutos. Acrescentar o azeite e deixar cozer completamete.

Por fim, triturar, e ao retirar do lume juntar as folhas de mangericão, para perfumar o creme.

Servir com croutons caseiros.

Também pode juntar um ovo escalfado.

NOTA:
Os croutons, que utilizei não são os verdadeiros croutons, uma vez que não são fritos em gordura.
Normalmente corto o pão em quadradinhos e coloco num prato de loiça, para ir ao microondas, cerca de 2 minutos no Grill, e na potência máxima. Confirmar se o pão está bem torradinho e servir. Caso necessário pode deixar mais um minuto. Desta forma, os croutons, ficam bastante menos calóricos.

domingo, 18 de agosto de 2013

Pãezinhos Rápidos com Chouriço Alentejano

Para aproveitar as tardes de praia, as atividades normais dos fins de semana ficam sempre um pouco mais atrapalhadas...

As comprar, foram feitas um pouco à pressa e acabei por esquecer de comprar pão para o pequeno almoço e para os lanches.

Foi então, que convidei os rapazes (o meu filhote e o meu sobrinho) para irem para a cozinha e fazer uns pãezinhos. 

A receita encontrei aqui e o resultado foi este:


Ingredientes:
- 500 gr de farinha sem fermento
- 4 Ovos
- 2 Colheres de sopa de fermento em pó
- 1 Chávena de chá de leite
- 2 Colheres de sopa de margarina
- Sal a gosto
- Chouriço alentejano q.b.

Misturar a farinha com o fermento em pó e o sal.
Adicionar o leite morno e a manteiga derretida.
Juntar os ovos e amassar tudo muito bem até ficar uma massa homogénea e maleável.

Deixe a massa descansar um pouco enquanto prepara as rodelas de chouriço.

Retirar bocadinhos e massa, e com as mãos enfarinhadas moldar os pãezinhos recheando com o chouriço.


Levar ao forno, em tabuleiro polvilhado com farinha ou em cima de uma folha de silicone, previamente aquecido a 220 G, cerca de 15 a 20 minutos.

Nota: Como utilizei ovos grandes, das simpáticas galinhas da capoeira dos meus pais (eheheh) tive que polvilhar com um pouco mais de farinha para conseguir moldar os pães.
Fica um pão bem consistente, mas muito gostoso. Poderia ter levado mais rodelas de chouriço.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Tortilha de sobras no forno


Frequentemente fico com restinhos de refeições. 
Como trabalho a cerca de 20 Km de casa ,e quase todos os dias levo almoço, as "sobras" são sempre aproveitadas,..., e por vezes transformadas.

Desta vez, tinha um peito de frango assado, uma costeleta de porco e 4 salsichas de lata.
Esta tortilha também é ótima para aproveitar batatas cozidas.

Os ovos que utilizei são de pata. Estes, são ótimos para omeletes. 
Tem carateristicas diferentes dos das galinhas, não só de sabor e nutrientes mas também de aspeto (são um pouco maiores, com casca branca, mais dura e muito lisa). 
Como alimento, são ricos em vários nutrientes e há  até quem os considere melhor que os de galinha. 
Nunca encontrei à venda nos supermercados. Estes são de produção caseira.



Ingredientes:
- Batatas cozida q.b.
- Restos de carne q.b.
- Um pouquinho de cebola picada finamente
- Um raminho de salsa picado
- Ovos q.b.
- Sal e pimenta q.b.
- Azeite para untar



Corte as batatas cozidas em pequenos cubos.
Corte as carnes e reserve.

Numa tigela misture as batatas, as carnes, a cebola picada, e a salsa. 
Adicione os ovos bem batidos, temperados com sal e pimenta.
Misture tudo e deite numa forma, ligeiramente untada com azeite.

Leve ao forno até ficar doiradinha e bem cozido (190G cerca de 35 a 40 minutos).



Sirva quente ou fria acompanhada com um boa salada.

Bom feriado


quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Massada Mista de Peixe e um Queque para o Café

 
O Alentejo é rico na sua gastronomia.
 

E, sendo uma região muito extensa, apresenta uma diversidade enorme de iguarias. Do interior ao litoral alentejano encontramos muitos pratos à base de pão, azeite, tomate, vinho, carne de porco, e peixe entre muitos outros ingredientes.
 
Também as ervas aromáticas são abundantemente utilizadas. Os coentros, os poejos, o hortelã da ribeira, louro, os orégão, etc.
 
Vivendo agora, muito próximo do mar, procuro conhecer conhecer novos paladares, novas maneiras de cozinhar
 
A massinha de peixe é um dos pratos mais consumidos nesta zona de Sines.
 
Hoje, trago uma receita deliciosa, inspiração na Revista "Tele Culinária de Jan de 2008".
 
 

 
 
Ingredientes:
 
- 300 gr de Massa macarrão
- 2 Postas de Salmão (pequenas)
- 2 Postas de pescada
-- 1 Lata pequena de tomates em pedaços
- 1 Cebola grande
- 2 Dentes de alho
- 1 Folha de louro
- 1 Ramo de coentros
- Sal e pimenta q.b.




Lave as postas de peixe e leve a cozer, num tacho com água e sal.
 
Retire da água, deixe amornar e rejeite as peles e as espinhas, mantendo as postas o mais inteiras possível.
 
Passe o caldo pelo passador de rede e reserve.
 
Entretanto descasque a cebola e os dentes de alho. Pique-os finamente.
 
Num tacho, coloque o azeite, deixe aquecer e adicione a cebola e os alhos. Deixe refogar ligeiramente sem ganhar cor., mexendo de vez em quando.
 
Quando estiver lourinho, mas ainda com ar transparente, junte o tomate picado, a folha de louro, e os coentros. deixe refogar por mais uns minutinhos.
 
Mexa o caldo que reservou e acrescente mais água, se for necessário (cerca de 1,2 L). Quando levantar fervura, retifique os temperos  e deixe ferver.
 
Junte a massa e deixe cozinhar.
 
Por fim, adiciona o peixe, envolver bem e acrescentar os coentros picados.
 
Servir quente.



Após a sobremesa, que sugiro uma fruta desta época, venha um cafezinho com um Queque de Mel, feito pelos meus filhotes, e que está publicado no Iguarias P'ra Gulosos.

Bom apetite e um grande abraço para todos os que visitam os meus Blogs


 

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Gaspacho Andaluz


Hoje em dia encontramos todo o tipo de alimentos em qualquer época do ano. 
Recordo, que há uns anos atrás, pepinos, pimentos e tomates só tínhamos no verão.

Agora, qualquer estabelecimentos comercial relacionado com a alimentação tem estes produtos todo o ano. Mas,..., há sempre um mas.....

O sabor não é o mesmo, a consistência não é a mesma e o tomate até tem outro aroma.

A cozinha tradicional, também tem destas sazonalidades. 
Há comidas que só em determinada época é que apetecem.

O gaspacho, é uma destas comidas, que todos os anos, durante o Verão aparece repetidamente na minha mesa. 

Já publiquei a receita de gaspacho, tal como a faço mais frequentemente. Esta forma, é a mais adequada quando pretendemos fazer do gaspacho uma refeição completa.

No entanto, "cada terra sua sentença",  e em Espanha existe uma variante de gaspacho, que também fica muito agradável, e que é servida como sopa, antes do prato principal, ou seja o 1º prato.

Não tem nada de especial, são todos os ingredientes, misturados e triturados até ficar em creme.
Não vou colocar quantidades, porque vai depender não só do nº de pessoas, mas também "fomeca".....



Ingredientes:
- Tomates maduros
- Pepino
- Pimento verde (uma tira)
- Cebola (metade)
- 1 dente de alho por pessoa
- Sal, azeite, vinagre e orégão
- Cubinhos de pão

Tirar a pele ao tomate, mas manter as sementes e todo o líquido do tomate.
Cortar o pimento aos cubos pequenos,  os pepino e a cebola. 
Juntar 1 dente de alho, por cada pessoa, a cebola picada e triturar, dentro de uma copo, com a varinha mágica.

Polvilhar com um pouco de orégão, temperar generosamente com azeite, vinagre e um pouco de sal.

Deitar um pouco de água gelada, mantendo a consistência cremosa e, se quiser pode triturar, no "123", um pouco de pão tipo alentejano e acrescentar ao creme de tomate.

Continuação de boas férias para quem pode estar,....
e, os maiores sucessos a todos os meus visitantes.
Um abraço



domingo, 4 de agosto de 2013

Batido de Banana e Morangos


Hoje, fiz uma pequeno almoço diferente.

Nestes dias quentes apetecem alimentos frescos. Assim, resolvi fazer um batido de frutas.

Nos batidos utilizo o Leite, Iogurte ou ainda Kefir.

Não há nada mais simples e agradável que um delicioso batido de frutas bem fresquinho.


 
Ingredientes para 2 copos de batido:
 
- 1 Banana
- 12 Morangos
- 300 ml de leite frio
 
Lavar bem os morangos.
 
Num copo misturador juntar os morangos e a banana partida aos bocados.
 
Juntar um pouco de leite e triturar tudo com a varinha mágica.
 
Depois, misturar o restante leite e se for necessário pode adoçar com mel ou um pouco de açúcar.
 
Decorar com um pouquinho de frutas e uma folhinha de mangericão.
 
Servir bem fresco.
 
Nota:
quando faço batidos com banana não utilizo outros adoçantes poque a banana já dá o doce necessário ao batido.
 
Desejo um Boooooom DOMINGO para todos os meus visitantes e espero que gostem da minha sugestão.
 


Related Posts with Thumbnails