sexta-feira, 29 de março de 2013

Pão de Canela e Passa de Uva

Páscoa, para os cristãos, significa passagem da morte para a vida: a Ressurreição.

É considerada a Festa das Festas. 

No entanto, parece-me que estão a perder-se muitos valores. Os valores, associados à passagem de Jesus por esta vida, e da sua morte, para depois ressuscitar e provocar este grande movimento de crentes...

Hoje, o dia está propício a estar em família. 
É um dia de chuva e muito vento. 
É na família que devemos manter e promover  estes valores.
Falar da  religião, falar do verdadeiro significado desta Festa, falar dos símbolos que estão associados às nossas tradições.

Hoje trago um pão. 

O Pão é um dos símbolos associado à Páscoa.
Tem sido ao longo dos tempos o alimento mais consumido por todos os povos, ricos e pobres, de todos os credos e sem distinção. 
Acredito, que foi também por este motivo que foi escolhido por Jesus na Última Ceia com os seus Discípulos.

O pão, é também um dos alimentos mais saudáveis, é um dos alimentos que mais nos apetece e que nos sacia, e com mais satisfação.

Hoje, o meu pão é um pouquinho mais elaborado. Mais festivo, e muito gostoso.



Ingredientes:
- 500 ml de Água
- 2 Ovos 
- 30 gr de Margarina derretida
- 3 Colheres de sopa de açúcar mascavado
- 1/2 Colher de chá de sal
- 600 gr de Farinha de trigo
- 100 gr de Farinha de centeio
- 3 Colheres de sopa de leite em pó
- 1 Colher de sobremesa de canela em pó
- 1 Colher de sopa de fermento granulado
- 200 gr de passa de uva
- Óleo e farinha para untar a forma

Na cuba da MFP, colocar a água, os ovos e a margarina derretida. Juntar o açúcar e o sal. Por fim os ingredientes secos pela ordem indicada. O fermento deve ser o último a adicionar.
Escolher o programa amassar.
Quando a máquina apitar juntar as passas de uva (só tinha 100 gr, mas como o pão fica grande deveria ter sido um pouco mais).

Quando terminar de amassar, deite a massa em cima de um bancada, polvilhada com farinha, e dê uma ligeira  "amassadela", à mão. Coloque, então, na forma retangular e deixe "fintar", cerca de 30 minutos, em lugar quente (ex: dentro do forno a 40 graus).
Passado esse tempo, a massa já cresceu novamente. Pode dar uns cortes com uma faca, na diagonal, e leve, novamente, ao forno cerca de 20 a 30 minutos, previamente aquecido (180 G). 

É ótimo assim. Sem mais nada,... 
quentinho e acabadinho de fazer,... 
o cheirinho pela casa,... 
o conforto de estar em família.

Desejo um Páscoa Feliz para todos os meus visitantes.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Iogurte, fruta e cereais para o pequeno-almoço


O pequeno almoço é uma refeição MUITO IMPORTANTE.

Quer sejam crianças quer sejam adultos, esta refeição deve sempre realizada.

Após um longo período noturno de jejum deve-se recargar baterias. 
Só assim teremos energia para funcionar durante o dia. 

O pequeno almoço é essencial para quem quer fazer dieta, pois regula o apetite e é a melhor maneira de evitar a "hora do lobo".

Nesta refeição devem ser incluídos alguns alimentos essenciais, como o leite ou derivados, a fruta e os cereais.

Este foi o meu pequeno-almoço de hoje, mas há tantas possibilidades para diversificar ....


Ingredientes:
- 1 Iogurte magro com aroma de banana (ou outro a gosto)
- 1/2 Banana
- 1 Laranja pequena
- 1 Colher de sopa de sultanas (outros frutos secos ou sementinhas)
- 3 Colheres de sopa de cereais integrais de arroz e trigo

Cortar a fruta em pedaços pequenos (pode ser outra fruta).
Juntar o iogurte, os frutos secos e os cereais.
Envolver bem.

Bom apetite

domingo, 24 de março de 2013

Croquetes de atum com salada


No Blog, "Outras Comidas",de Luís Pontes, encontrei uma receita de croquetes ultra rápidos, feitos de atum. A descrição e as fotos que o Luís publicou são uma grande ajuda.

Os meus ficaram uma delícia, sequinhos, e perfeitos. Não rebentaram e depois de frios ainda estavam estaladiços.

Acompanhei com salada de alface.

Foi um ótimo jantar.




Ingredientes:

- 2 latas de atum em óleo(120 gr cada)
- 1 Colher de chá de massa de alho
- 1/3 de Noz moscada ralada
- Pimenta preta q.b.
- 1 Lata de atum com água (ou leite)
- 2 Colheres de sopa de queijo Parmesão (ou outro queijo seco e intenso)
- Sumo de 1 limão médio
- Pão ralado q.b.
- Sal q.b.
- Salsa picada
- Ovo e pão ralado para pana

Escorrer o óleo para dentro de um tachinho.

Desfazer o atum com o auxilio de um garfo.

Como não tinha, em casa, massa de alho, misturei o alho em pó com um pouquinho de água. Assim evita que queime e fique torrado.

Levar ao lume,no óleo, sem deixar queimar, a massa de alho, a salsa, a noz moscada e a pimenta moída, na altura.

Junte o atum desfeito e a latinha de água. Deixar ferver e acrescentar o queijo ralado. Mexer bem até fundir.

Retifique de sal e por fim já fora do lume adicionar o sumo de limão e mexa bem para que fique bem incorporado.

Panar os croquetes por ovo e pão ralado.

Vejam as dicas do Luís porque resultam mesmo.

Fritar em óleo bem quente e por imersão.

Ficam prontos e bem rapidinho 16 croquetes.

Bom apetite

quinta-feira, 21 de março de 2013

Massinha de Red fish


Massinha de Peixe, é uma especialidade aqui no Litoral Alentejano. 

Acho que todos sabem fazer.!!

Faz parte de quase todas as ementas, em restaurantes com peixinho do mar.
Por vezes, é realizada com maior diversidade de peixe ou mesmo com muito marisco. 

Eu, não sou desta zona, estou aqui há relativamente pouco tempo. Mas, sempre gostei muito de peixe e os filhotes também foram habituados, desde cedo, a gostar de peixe. 

A massinha de peixe tem uma série de vantagens: é um prato ideal para as crianças, pode ser económico, é colorido, é rápido, é saudável, é simples,..., é "bué de bom"segundo o meu filhote (rrrrs)

Ontem ao jantar optei por fazer uma massinha com Red fish e juntei um pouquinho de miolo de ameijoa, que tinha congelado.

Ficou divinal!!!!



Ingredientes:
- 1 Red-fish grande congelado ( cerca de 500 gr),
- 1 cebola grande picada 
- 3 Dentes de alho picados
- 1 Folha de louro
- 3 ou 4 tomates de conserva picados e um pouquinho do molho
- 1/4 de pimento verde curtado em cubos
- Umas gotinhas de Tabasco (picante)
- Sal e pimenta q.b.
- Azeite q.b.
- 200 gr de Massinha pevide
- 100 gr de Miolo de ameijoa
- 1 raminho de salsa ou coentros picados (usei salsa)

Cozer o peixe em água e sal. 
Deixar arrefecer dentro de água. 
Limpar de peles e espinhas. 
Coar o caldo com um passador de rede bem fininho.

Entretanto, preparar um ligeiro refogado com a cebola, os dentes de alho, o tomate, o pimento e o azeite.
Temperar com sal e pimenta (ou o tabasco)

Juntar o miolo de ameijoa e deixar cozinhar. Acrescentar a água para cozer a massa, e retificar os temperos. 
Pode-se acrescentar um pouquinho de cubo concentrado de peixe ou de marisco.

Juntar a massa e mexer bem, para soltar os bagos. Sensivelmente a meio de estar cozida juntar o peixe e deixar cozinhar.

Deve ficar com pouco caldo.

No momento de servir polvilhar com salsa picada ou coentros.



terça-feira, 5 de março de 2013

Sopa de Resistência

Com esta sopa, vou participar no passatempo da Cozinhadaduxa e da Memória Lusa.

Do que já vi, está a ser muito participado. E, que sugestões maravilhosas estão a ser publicadas.

Parabéns à parceria da Duxa com a Memória Lusa, por promoverem esta desafio.

Esta, é uma sopa simples, mas perfeita para ser uma única refeição. 

Os ingredientes que a distinguem são tradicionalmente portugueses. A couve portuguesa, o chouriço de carne Alentejano, e o Pão Alentejano.


Ingredientes:
- 1 Frasco de feijão branco cozido
- 1 Cebola
- 2 Dentes de alho
- 2 Batata médias
- 150 Gr de Chouriço de carne Alentejano
- 3 ou 4 Colheres de sopa de azeite
- Sal e pimenta q.b
- Couve portuguesa q.b (pode ser já migada em Caldo verde)

Num tacho com água, colocar a cebola e o alho picadinhos, as batatas cortadas aos bocadinhos, um pedaço de chouriço inteiro, metade do azeite e um pouco de sal.

Depois dos legumes cozidos juntar a couve migada (gosto de migar em casa) e o feijão cozido. Deixe cozinhar bem. Pode até começar a desfazer...

Entretanto, retire o chouriço, e corte em rodelas.

À sopa, junte o restante azeite, uma pitadinha de pimenta e verifique o sal.

Sirva a sopa quente, a acompanhar com as rodelinhas de chouriço em cima de pão Alentejano, ou outro pão preferencialmente tipo caseiro.

** Bom apetite**


Related Posts with Thumbnails