sábado, 26 de junho de 2010

PRÉMIO DARDOS

O Iguarias Caseiras focou muito grato por receber o PRÉMIO DARDOS.




Este selo foi oferecido pela Annie do Blog Recetas e Temperos, um espaço muito interessante e que aconselho vivamente.

Segundo a Annie o Prémio é o reconhecimento dos blogueiros que em seus blogs transmitem valores culturais, humanos e literários. Tem como objectivo promover a confraternização na blogoesfera, demonstrar amor, respeito, apreço pelo trabalho desenvolvido nos Blogs Seleccionados.

São pedidas as seguintes regras:

1 - Visualizar a imagem do Prémio no Blog

2 - Mostrar o link do blog do qual recebeu o Prémio

3 - Seleccionar 10, 15 ou 30 blogs para atribuir o prémio.


É sempre difícil a escolha, porque esta cozinha segue muitas cozinhas espectaculares.

Os Blogs seleccionados pelo Iguarias Caseiras são os seguintes:

- A Cláudia na Cozinha
- Arte na Cozinha
- As Minhas Receitas
- Blog da Vovó Tida
- Canal do Sabor
- Canela Moida
- Cinco Quartos de Laranja
- Coco Cru
- Cozinha da Iliane
- Cozinha da Mónica
- Cozinha da Risonha
- Cozinha Turca
- Babalogias

- Elvira Bistrot
- Eu Mulher
- Fiel ao Tacho
- Figo Lampo
- Gaveta das Receitas
- Kritininha na Cozinha
- Kindin e o Sonho
- La Casita Verde
- Luísa Alexandra
- Magia na Cozinha
- Magic Flavours
- Na Biroskinha
- Prato Barato
- Pratos da bela
- Preguiça na Cozinha
- Receitas para a Máquina de fazer Pão
- Receitas da Belinha Gulosa

Todos estes Blogs são Especiais

Um grande abraço






quarta-feira, 23 de junho de 2010

Pasteis de Salsichas

Alfabeto Culinário - Cozinhar a Letra "M"

Mais um desafio do Blog Delícias e Talentos, promovido pela Mary.

A proposta fez-me dar volta aos livros e às revistas de culinária, mas acabei por improvisar uma receita porque no último dia de aulas, a "DT" (Directora de Turma) organizou um lanche/almoço para os seus alunos, à beira da piscina.
Assim, aproveitei este acontecimento e preparei uns pasteis com alguns ingredientes começados por"M".

Segundo o "Filhote" foi um dia "muito fixe" com a professora e com os colegas.
Quanto aos pasteis, constou-me que desapareceram em 3 minutos, o que me agradou...


Ingredientes:
- 3 Placas de Massa Folhada (usei do Lidl)
- Mostarda q.b.
- 300 gr Milho cozido (lata)
- 1 Colher de café de Molho de soja
- 2 Cebolas médias
- 3 Colheres de sopa de azeite
- Sal, pimenta, louro em pó q.b.
- 1/4 de Cubo de caldo de carne concentrado
- 1 Lata de cogumelos fatiados
- Sementes de sésamo (facultativo)
- Ovo (para pincelar)

Cortar as cebolas em "meias-luas" e levar ao lume juntamente com o azeite, o sal, a pimenta, o louro em pó. Para não fritar a cebola convém deitar uns "borrifinhos" de água.
Deixar estufar lentamente a cebola (sem ficar muito desfeita) e temperar com o caldo de carne e com o Molho de Soja.
Juntar os cogumelos picados e as salsichas cortadas em rodelas. Deixar ganhar gosto.
Por fim juntar o Milho cozido.


Deixar arrefecer.

Desenrolar a Massa Folhada, e dividi em 8 partes.



Barrar com Mostarda e colocar o recheio em cima. Pincelar as bordas com ovo batido e fechar os pasteis.
Pincelar os pasteis com ovo e salpicar com sementes de sésamo.
Levar ao forno pré-aquecido com uma temperatura de 180G, em cima do próprio papel, cerca de 15 a 20 minutos.


Quando retirar do forno devem ser colocados num tabuleiro, sem sobrepor e deixar arrefecer ligeiramente.
Servir morno ou frio, podendo ser acompanhados por uma boa salada.

Bom apetite e boa diversão.




terça-feira, 22 de junho de 2010

Salada Montanheira e Batatas à Beicinho

Quadrilha Gastronómica?
Festas Juninas?

Que desafio é este que a Ana nos propõe no Blog Eu Mulher?

Fiz uma pequena pesquisa na Net e descobri que afinal estas festas são como os nossos arraiais dos Santos Populares: Santo António, São João e São Pedro.

Tradicionalmente, em Portugal, neste festas come-se a boa Sardinha assada em cima do pão, as Febras na brasa, e o Caldo Verde com rodelas de chouriço.

Quando eu era criança, também havia sempre uma mãe que nos fazia um Arroz Doce ou uma Mousse de Chocolate. Mas também havia, bandeirinha, música de "gira-discos", manjericos, fogueira, o mastro que ardia no final da festa, sumos "tang", ..., enfim outros tempos.

Não quis deixar de participar e por isso irei mostrar-vos os meus acompanhamentos preferidos da sardinha assada na brasa.

A Salada Montanheira é uma simples salada de tomate, que tradicionalmente se faz na Serra Algarvia.

Já as batatinhas ganharam este nome, porque as descobri num restaurante de Sines que se chama Beicinho (Litoral Alentejano).

Ingredientes da Salada Montanheira:
- 300 gr de Tomate
- 150 gr de Pepino
- 80 gr de Pimento
- 1/2 Cebola
- Azeite, sal, vinagre e oregãos q.b.

Corta-se o tomate, o pepino e o pimento em cubos.
Pica-se a cebola e tempera-se com o azeite, o sal, o vinagre e os oregãos.
Servir fresquinha.


Ingredientes para as Batatas à Beicinho:
- 2 batatas por pessoa
- água e sal q.b.
- azeite, alhos, e os oregãos

Lavar muito bem as batatas com a pele.
Dar um ligeiro corte na pele e levar a cozer em água e sal.

Depois de cozidas descascar, ainda quentes, e temperar com o alho picadinho, o azeite e os oregãos.

São óptimos acompanhamentos para as sardinhas assadas ou para qualquer outro peixe assado.

Este é o selinho da Quadrilha Gastronómica (II Ano)
Mais um maravilhoso passatempo na "Blogosfera" que está a decorrer no Eu Mulher.


Boas Festas Juninas.



domingo, 20 de junho de 2010

Queques de Natas com Recheio de Chocolate

Fiz estes queques para participar no passatempo Alquimia de Ingredientes promovido pelo Eu Mulher.

Desta vez os ingredientes são Chocolate e Natas (Leite Creme), e foram escolhidos pela Tida do Blog da Vovó Tida.

Estes queques são bem simples, fofos e deliciosos.


Ingredientes:
- 200 gr de açúcar
- 100 gr de farinha com fermento
- 100 gr de farinha maizena (amido de milho)
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 4 ovos
- 200 ml de natas
- 3 gotas de aroma de baunilha
- 1 tablete de chocolate negro (partida em cubos)
- 1 pitada de sal refinado

Bater as gemas com o açúcar até obter uma mistura bem esbranquiçada e homogénea.
Junte as natas, o aroma de baunilha, e continue a bater, acrescente as farinhas com o fermento previamente misturadas e bata bem.

Por fim, envolva com cuidado as claras batidas em castelo (com uma pitada de sal refinado).

Colocar umas forminhas de papel frisado dentro de formas de alúminio, para que os queques cresçam sem se deformarem. Encher cerca de 3/4 da forma e no centro colocar 1 cubinho de chocolate negro.

Levar ao forno, previamente aquecido a 180 G, cerca de 15 minutos.

O Tabuleiro também deve estar bem quente para os queques cozerem mais depressa.


Retira-se do forno e deixar arrefecer ligeiramente.

Se forem comidos ainda morninhos, o chocolate encontra-se ainda derretido.


A receita destes queques não é original, mas fiz algumas alterações.

Este é o selinho do passatempo.

Desejo a todas as participantes um feliz divertimento, e muitas comidinhas gostosas.





segunda-feira, 14 de junho de 2010

Frango com Leite de Coco

Vou publicar uma receita que fiz propositadamente para o concurso do Blog da Luísa Alexandra que nos propõe comidinhas cujo o tema é Coco.

O que Fazer? Há imensos doces com coco, mas aqui em casa a grande apreciadora sou euzinha. O resto do pessoal vai comendo, mas não se eclipsam como é hábito, o que significa que há grande risco (para a chefe desta cozinha) no desiquilibrio do ponteiro da balança para a direita....

Sendo assim, resolvi improvisar e .... saiu um franguinho com leite de coco à minha maneira...




Ingredientes:
- 6 peitinhos de frango
- 1 embalagem de cogumelos frescos
- 2 tomates maduros
- 1 pacote de natas light de 200 ml
- 1 pacote de leite de coco de 200 ml
- 2 colheres de sopa de coco ralado
- 1 pacote de sopa de cebola
- sal, pimenta e sumo de limão q.b.
- coentros frescos q.b.

Cortei os peitinhos de frango em cubos, temperei com sal, pimenta e sumo de meio limão, e guardei no frigorífico cerca de 2 horas.

Num pirex, coloquei o frango, por cima espalhei a sopa de cebola e o tomate picado.



Entretanto, já tinha lavado muito bem os cogumelos e "plantei-os" em cima da carne de frango.



Salpiquei com coco ralado.




E, por fim, misturei o leite de coco com as natas e reguei todo o preparado (não deitei mais nenhuma gordura).


Levei ao forno, a uma temperatura de 180G, até ficar douradinho (cerca de 45 minutos).

Quando retirei do forno polvilhei com coentros picadinhos e acompanhei com arroz branco e salada.



Foi rápido, ficou com um paladar exótico, muito agradável e desapareceu num abrir e fechar de olhos...


sábado, 12 de junho de 2010

Pão com Chouriço

Pão com chouriço, a sair do forno......huuummm!!!

Num Domingo pachorrento com toda a família, para apreciar.


Ingredientes:

- 400 ml de água morna
- 1+1/2 medida pequena de sal
- 2 medidas grandes de azeite
- 900 gr de farinha de trigo
- 100 gr de farinha de trigo integral
- 2 ovos batidos
- 3 medidas pequenas de fermento granulado
- 1 Chouriço Alentejano (região de Portalegre), 250gr

Coloquei todos os ingredientes, na cuba da MFP, pela ordem apresentada (com excepção do Chouriço).

Programei o programa de massas.

No final do tempo, cerca de 1:30h, a massa tinha crescido tanto que estava espalmadinha no vidro da tampa da MFP.

Entretanto, preparei o chouriço, retirando a pele e cortando em fatias finas.

Retirei a massa da cuba e amassei por 2 ou 3 minutos. Dividi a massa
em pequenos bocados, mais ou menos iguais (16 pãezinhos).


Com a ajuda de um pouco de farinha, estiquei a massa e coloquei no centro algumas rodelas de chouriço. Enrolei, coloquei num tabuleiro enfarinhado e deixei descansar a uma temperatura amena, cerca de 30 minutos.

Antes de levar ao forno dei uns cortes ligeiros, nos pãezinhos, de forma a que o chouriço não fique a ver-se.


Levei ao forno pré-aquecido a uma temperatura de 180g, cerca de 12 minutos.

Coloquei um recipiente com água a ferver dentro do forno para criar vapor e a massa ficar mais estaladiça.

Estavam óptimos!


quinta-feira, 10 de junho de 2010

Queques de Laranja

Aula 100 de formação musical.

Professora e alunos decidiram fazer uma festa. E porque não? A escola é mais feliz quando há alegria, quando há tempo para brincar, conviver e aprender.

O meu filhote merece, porque ... é meu... é lindo... é bom aluno... toca maravilhosamente bem... e estou sempre pronta para fazer bolinhos...

Também tenho uma filhota...Liiiinnnnda, também toca maravilhosamente bem, mas está na adolescência e as prioridades, neste momento, não são a música! e adora os meus bolinhos...



Já há uns tempos que não fazia estes quesques de laranja.

Esta receita, foi publicada na revista Tele Culinária em 1980 (bué de tempo!!!), pelo chefe Silva.

Óptimo cozinheiro com quem tenho aprendido muito.

Ainda hoje, devoro as suas revistas de culinária... mas, considero que as primeiras publicações, em 1980, são muito boas, e com boa cozinha Portuguesa.



Ingredientes:

- 125 gr de açúcar

- 150 gr de farinha

- 1 colher de chá de fermento em pó

- sumo e raspa de 1/2 laranja

- 3 ovos

- 6 colheres de sopa de leite

- 150 gr de margarina

- 1 colher de sopa de brande ou rum

- margarina (usei óleo) para untar as formas e farinha para polvilhar

Deitar numa vasilha larga a farinha, o açúcar, o fermento em pó e a raspa de laranja; misturar tudo muito bem.

Abra uma cavidade ao centro da mistura e deite os ovos inteiros. Mexa muito bem, junte o sumo de laranja, o leite morno, a margarina derretida e o brande.

Bata muito bem a massa para ficar homogénea e deixe-a descansar cerca de meia hora à temperatura ambiente.

Entretanto, unte umas forminhas com óleo e polvilhe ligeiramente com farinha.

Encha-as até meio e coloque-as sobre um tabuleiro bem aquecido e leve a cozer ao forno quente (180G), cerca de 15 minutos.

Desenformar e se preferir polvilhar com açúcar em pó.


Truques e Dicas:
- O tabuleiro previamente aquecido faz com que os queques cresçam melhor;
- Ao fazer bolos pequenos coloco o tabuleiro numa posição um pouco mais alta dentro do forno;
- Dobrei a receita e deu cerca de 32 queques;
- Também se pode fazer estes queques com limão, mas atenção à acidez do sumo.

Bom apetite!

domingo, 6 de junho de 2010

Bolo de Especiarias com Frutos

As duas especiarias sugeridas pela Mónica do Blog Cozinha da Mónica, para o Alquimia de Ingredientes são o cravo e a canela.

Confesso que para mim não foi fácil, uma vez nunca tinha experimentado juntar os dois ingredientes.

Em separado é fácil, e a cozinha Portuguesa usa algumas especiarias. A canela faz parte de muitos dos doces tradicionais.

Pensei na carne ... talvez borrego... pensei em frutos...talvez pêras "bêbadas"...pensei em bolos...

Resolvi arriscar no bolo...mas não um qualquer...algo diferente, criativo, novidade, ... passei da imaginação à pratica e assim saiu um bolo de especiarias, não com duas mas com TRÊS!!!

Apesar de viver no Alentejo, toda a minha família é Algarvia. Região com muitos figos e amêndoas. As estrelinhas de figo são uma das Iguarias, que tenho sempre em casa e que pode encontrar a receita, aqui no blog.



Ingredientes:

- 300 gr de Farinha de Trigo com fermento

- 1/2 Colher de chá de fermento em pó

- 1 colher de Chá de canela em pó

- 1/2 colher de café de cravinho moído

- uma raspinha de noz-moscada

- 1 pitadinha de sal (bater as claras em castelo)

- 4 ovos

- 3 dl de óleo de girassol

- 450 gr de açúcar amarelo

- 3 maçãs Golden

- 200 gr de figos secos

- 2 colheres de sopa de água morna

- sumo de limão q,b.


Comecei por forrar, untar e polvilhar uma forma de bolo (26 cm), com papel vegetal, óleo e farinha. Reservei.

Misturei a farinha com o fermento e as especiarias.

Entretanto, bati as claras em castelo com uma pitadinha de sal (ajuda a ficar bem firme).

Misturei, com a ajuda de uma batedeira eléctrica, o açúcar amarelo, o óleo e as gemas de ovo.

Depois juntei a mistura de farinha com o fermento e as especiarias. Como a massa estava um pouco seca, resolvi juntar duas colheres de sopa de água morna.

Por fim, misturei os figos secos cortados grosseiramente, a maçã ralada (regada com sumo de limão para não oxidar), e envolvi cuidadosamente as claras em castelo, já sem bater a massa.

Foi a cozer em forno eléctrico a 170G, com as duas resistências ligadas, durante 45 minutos. Depois, deixei apenas com a resistência inferior por mais 20 minutos, para ficar cozido ao centro.

É bom fazer o teste do palito.






Ficou um bolo grande, bem fofinho, húmido e com um sabor ESPECIAL!!!...desapareceu num instante!

Os figos fugiram um pouco para a base do bolo. Esqueci-me do truque de passar os frutos secos por farinha de trigo.

Espero que gostem desta experiência.


Aqui fica o selinho da brincadeira que nos propõe o Alquimia de Ingredientes.

Desejo a todos, que visitarem este cantinho, uma feliz semana





sábado, 5 de junho de 2010

Legumes à Brás

Esta receita é muito simples e prática de fazer.

Foi a primeira vez que fiz e é uma óptima maneira de utilizar muitos legumes e do agrado das crianças.

Com esta receita, vou participar no passatempo da Cozinha da Mónica, FESTIVAL DO CHAMPIGNON.

As fotos não revelam como ficou bom, até porque o calor desfocou um pouco os legumes... e a fotografa é melhor com os tachos e as panelas...

Ingredientes:

- Azeite, cebolas e alhos
- Cogumelos frescos
- Courgette
- Beringela
- Alho francês
- Bróculos
- Couve-flor
- Repolho
- Salsa
- Batata "palha"
- Ovos
- Sal e pimenta qb

Comecei por preparar todos os legumes. Bem lavados e cortados, não muito finos, para não se desfazerem enquanto cozinham.

Podem ser estes legumes ou outros que queiram utilizar.

As quantidades também é difícil de definir, uma vez que utilizei o que tinha em casa.

Fiz um refogadinho, ligeiro, com a cebola e o alho picadinho, num pouco de azeite. Juntei os legumes e envolvi tudo. Temperei com uma pitadinha de sal.

Tapei o Wok e deixei "suar" . De vez em quando deitei uns borrifinhos de água, para que os legumes ficassem cozidos.

Antes de juntar as batatas fritas (batatas palha, de pacote), coloquei-as num escorredor e passei por baixo da torneira. Foi rápido, perdem alguma gordura e ganham um pouco de humidade. Não é para ficarem moles.

Acrescentei as batatas aos legumes, juntei os ovos batidos, temperados com sal e pimenta, e envolvi cuidadosamente, para cozinhar os ovos e não ficar tudo desfeito.

Polvilhei com salsa picada e ainda acompanhei com tomate fresquinho.

Espero que gostem.

Related Posts with Thumbnails