quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Tomatada de Seiten

A 1 de Outubro comemora-se o Dia Mundial do Vegetarianismo.

Para elém de outros grandes objectivos esta comemoração procura realçar as vantagens de uma alimentação sem carne.

Não adoptando esta opção de vida, considero no entanto, vantajoso reduzir o consumo excessivo da carne.

Introduzir alimentos como o seitan nas nossas refeições diárias pode ser uma mais valia para a nossa saúde.


Ingredientes:

- 600gr. de Seitan
- 1 cebola grande
- 6 ou 7 tomates médios
- Azeite q.b.
- 4 ou 5 dentes de alho
- 1/2 limão (sumo)
- sal e pimenta q.b.
- Tomilho e Alecrim q.b.

Parti o seitan em cubos e temperei com sal, pimenta, sumo de limão, alho picadinho, tomilho e alecrim.

Deixei repousar cerca de 2h.

Entretanto, pode -se arranjar os tomates, tirando a pele e as grainhas e partindo em bocadinhos (eu usei tomatada, que tinha feito no verão, e que estava congelada ... é mais rápido...).

Piquei a cebola e levei a refogar com o azeite (ficou apenas transparente), juntei a tomatada e deixei ao lume cerca de 5 minutos.

Acrescentei o seitan, previamente temperado, e deixei cozinhar, em lume brando, até estar bem apuradinho.

Pode-se acompanhar com arroz branco e uma boa salada ou outro legume cozido, a gosto.



A folhota gostou bastante, mas o filhote "piqueno" torceu o nariz... é sempre assim quando há novodades ...

domingo, 20 de setembro de 2009

Boleima de Maçã

Aprendi a fazer esta Boleima com uma companheira, de ginástica, que é natural da Aldeia de Arez, perto de Nisa.

Sendo um pouco diferente das Boleimas tradicionais do Alentejo é também muito BOA.

Habitualmente, é feita em tabuleiro rectangular, mas como a vou oferecer a um grupinho que vive longe e ... para a viagem ... é mais fácil de transportar ...

...por isso ficou com a apresentação de um BOLO.



Ingredientes para a massa:

- 6 Ovos

- 2 Chávenas de chá de Açúcar Amarelo

- 3 Chávenas de chá de Farinha com fermento

- 1 Chávena de chá de Óleo

- 1 Colher de café de Fermento em pó


Ingredientes para o recheio:

- 6 maçãs (médias)

- 2 chávenas de chá de Açúcar Amarelo

- 1 Cálice de Vinho do Porto

- 1+1/2 Colheres de sopa de Canela em pó

Fiz assim:

Num tacho, levei ao lume a maçã cortada em "meias luas", juntamente com o açúcar a canela e o Vinho do Porto.

Deixei cozer e reduzir um pouco a água que se formou.

Retirei do lume e reservei.


Quando o recheio estava quase frio comecei a fazer a massa da Boliema.

Bati muito bem os ovos inteiros com o açúcar, o óleo e a farinha à qual juntei o fermento em pó.

Entretanto, preparei a forma: forrada com papel vegetal e devidamente untada e polvilhada com óleo e farinha.

Deitei metade da massa, na forma, por cima espalhei o recheio, e finalmente o resto da massa.

Vai ao forno previamente aquecido, a 170 G durante cerca de 60 minutos.

Feijão Seco

O feijão é um alimento excelente quanto à sua riqueza nutricional.

Proporciona nutrientes essenciais, como as proteínas, ferro, cálcio, vitaminas (principalmente do complexo B), hidratos de carbono e fibras.

Em termos culinários, apresentam uma grande versatilidade porque podem ser utilizadas em receitas salgadas e doces.

Existem diferentes variedades.



Comercialmente, encontramos o feijão seco em diferentes apresentações: em saco, em conserva (em latas, em frascos). O feijão em conserva é muito rico em sal pelo que aconselho a não aproveitas a água e antes de o adicionar às receitas colocar num coador e passar por água corrente.

Preparar estas leguminosas em casa requer alguns cuidados.

Começar por escolher o feijão retirando toda a sujidade e os que não estão em perfeito estado de conservação.

Lavar em água até esta sair limpa.

Deixar a demolhar em bastante água, cerca de 5 horas ou durante a noite.

Escorrer, passar novamente por água e colocar na panela de pressão com um pouco de água para tapar o feijão (cerca de 2 dedos por cima).

Levar ao lume com a panela destapada e deixar ferver em cachão forte durante cerca de 10 minutos, o que permite que se percam algumas substâncias que afectam o aparelho digestivo. Nesta fase não deito sal.

Passado este tempo, tapar, colocar a pressão, e deixar cozer entre 5 a 7 minutos (depende do tipo de feijão, da dureza da água e até da própria panela de pressão).

Se pretender pode-se deixar cozer sem sal (receitas doces e pessoas com hipertensão arterial), ou então temperar com um pouquinho de sal, 1 cebola, 1 dente de alho e uma folhinha de louro.

Por outro lado, se utilizar um tacho normal, tem que colocar muito mais água, manter tapado, e deixar cozer aproximadamente durante 1 hora e 30 minutos, ou até estar bem cozido.



sábado, 19 de setembro de 2009

Arroz de Galo

A carne de galo é diferente da carne de galinha ou da de frango. É mais escura, mais dura mas também muito gustosa.

Mas, quando se tem crianças, apresentar à refeição uma carne dura pode originar um problemita...

A receita apresentada pela SusanaG, inspirou-me para cozinhar o meu galito (criado pelos meus pais na Serra Algarvia, com bons ares e completamente livre de alimentação artificial...que sorte a minha...).

Ingredientes:

- 1 Galo do campo partido aos bocados

- 1 Cebola grande

- 3 Dentes de alho

- 3 Tomates médios

- 1/2 Pimento verde

- Salsa

- Tomilho seco

- 1 Folha de louro

- Azeite qb

- 2 Cenouras

- 1/4 de couve lombarda

- 1 chávena almoçadeira de arroz

- Pimenta (facultativo)

Coloquei a carne do galo partido aos bocados dentro da panela de pressão juntamente com os seguintes ingredientes: a cebola e o alho picados, o sal, o tomate e o pimento partido aos bocadinhos, a folha de louro e o tomilho seco, umas hastes de salsa e o azeite.

Foi tudo a cozer ao lume lentamente para que a carne ganhasse gosto dos outros ingredientes.

Entretanto, acrescentei um pouco de água quente e fechei a panela de pressão para que a carne cozesse e ficasse tenrinha.

Depois de cozida juntei a cenoura cortada em rodinhas e a couve lombarda em "juliana"grossa. Deixei cozinhar por cinco minutos.

Acrescentei água suficiente para cozer o arroz e rectifiquei os temperos.

Juntei o arroz, e deixei cozer de forma a que ficasse "malandrinho".

Foi uma refeição saudável, em que os alimentos forma todos cozinhados ao natural, sem refogados e sem condimentos agressivos para a nossa saúde.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Bolo de Cenoura e Laranja

Hoje, a minha filhota fez 15 aninhos.

Fizemos um bolo de aniversário.

A cobertura do bolo foi inspirada nesta receita.

Quanto ao bolinho, é uma adaptação de uma receita de bolo de cenoura, muito apreciada cá em casa.


Ingredientes para o bolo:

- 2 Chávenas de chá de Açúcar

- 2 + 1/2 Chávenas de chá de Farinha com fermento

- 4 Cenouras grandes

- 6 Ovos grandes

- 1/2 Chávena de chá de óleo

-1/2 chávena de leite

- Raspa do Vidrado de uma laranja

- 1 Colher de café de canela

- 1 Colher de chá de fermento em pó

- Uma pitada de sal refinado


Ingredientes para o creme da cobertura:

- 1 Lata de leite condensado

- 2 pacotes de natas

- 1 colher de sopa de amido de milho

- Nozes (para decorar)

- Chocolate (para decorar)


Fiz assim:

Começar por cozer as cenouras em água com uma pedrinha de sal.

Escorrer e triturar no copo da varinha mágica.

Reservar.

Bater o açúcar com o óleo, juntar as gemas, o puré de cenoura, a raspa de laranja e o leite.
Bater bem.

Entretanto misturar na farinha o fermento e a canela. Juntar à massa.

Por fim, bater as claras em castelo com uma pitada de sal refinado (ajuda a manter as claras mais firmes). Envolver na massa sem bater.

Utilizei uma forma de alúminio sem buraco, com 26 cm de diâmetro, untada com óleo e polvilhada com farinha. Normalmente forro o fundo da forma com papel vegetal.

Foi a forno eléctrico, cozer durante 55 minutos a uma temperatura de 170 G.

Depois de cozido, deixei arrefecer em cima de uma rede.

Quanto à cobertura, foi muito simples.

Misturei todos os ingredientes e levei ao lume, num tachinho, até engrossar... sem deixar fazer grumos.

Parti o bolo ao meio e barrei com o creme.

Voltei a juntar as duas partes do bolo e cobrir com o mesmo creme branco.

Como sobrou creme juntei 3 quadradinhos de chocolate negro, que derreti em banho-maria, e fiz uma pequena decoração....

Em redor do bolo salpiquei com noz cortada grosseiramente.


Estava muito agradável...


É óptimo para gulosos....

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Pão Semi-Integral de Soja


Cinco minutos, ao serão, é o suficiente para preparar um bom pãozinho para o pequeno almoço.

Acordar com o aroma de pão acabado de fazer, e ter pão quentinho pela manhã é...

Adaptei esta receita de uma outra apresentada no"site" da Lusitana.

A farinha de soja é muito nutritiva pelo que deve ser usada em pequenas quantidades.


Ingredientes:

- 400 ml de Água

- 2 Colheres medida (grande)de Azeite

- 2 Colheres medida (pequena) de Sal

- 200 gr de farinha de Trigo Integral

- 470 gr de farinha de Trigo Tipo 65

- 30 gr de Farinha de Soja

- 1 colher medida (pequena) de Levedura seca de padeiro


Colocar todos os ingredientes na cuba da MFP.

Respeitar a ordem de colocação que apresentei. Primeiro os líquidos e gorduras, e depois as farinhas.

Nunca deixar o sal entrar em contacto com a levedura.

Seleccionei o programa de pão branco, tamanho grande e cor escura.

Espero que gostem.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Argolas Doces de Pão


Um lanche diferente ou uma sobremesa rápida para visitas inesperadas...


Ingredientes:

- 1 Kg de massa de pão

- Açúcar e canela qb

- Óleo para fritar


Pode fazer a massa na MFP ou então comprar numa padaria.

Deixar levedar.

Com a ajuda de um pouco de farinha, retirar pequenos pedaços de massa e abrir, de forma a fazer uma grande argola (o contacto com o óleo quente faz com que a massa "encolha" e cresça).

Colocar no óleo e deixar fritar de um lado e de outro.

Retirar, colocar sobre um papel absorvente e depois passar por açúcar e canela.

Servir ainda quente, a acompanhar um copo de leite, um chá ou com um bela chávena de café...


Tortilha de Batata e Cogumelos


Uma receita simples, mas que peca por utilizar batata frita...

Fica, no entanto, muito gulosa...


Ingredientes:

- 6 Batatas de tamanho médio

- 6 Ovos

- 1 Lata pequena de cogumelos laminados

- 2 ou 3 "pezinhos de" salsa

- Óleo para fritar qb

- Sal, pimenta branca e margarina qb


Parti as batatas em rodelas com uma espessura aproximada de 2 a 3 mm.
Passei por água e sequei com um pano.

Fritei as batata em óleo (não colocar muita quantidade a fritar para ficarem soltas).

Entretanto, preparar os cogumelos, a salsa picada, os ovos.
Temperar com sal e pimenta.

Quando as batatas estiverem fritas, juntar todos os ingredientes.

Utilizei uma frigideira anti-aderente e um pouquinho de margarina para untar.

Só deitei a tortilha quando a frigideira estava quente.

O truque das tortilhas é deixar cozinhar em lume muito "brando" , e tendo o cuidado de "passear"a frigideira por cima do bico do fogão, para que o calor não incida sempre no mesmo local.

Quando o ovo aparentar estar quase cozido virar a tortilha com a ajuda de um prato ... tarefa mais complicada.

Deixar mais um pouco ao lume para acabar de cozinhar e servir com uma boa salada a gosto.



terça-feira, 15 de setembro de 2009

Trutas Assadas com Legumes

Diversificar a alimentação e os modos de confecção dos alimentos é o melhor truque para se ter uma alimentação saudável.

Nesta receita fiz uma "cama" de legumes para assar o peixe.



Ingredientes:

- 3 Trutas de tamanho médio

- 1 Beringela

- 3 ou 4 Tomates maduros

- 1/2 Pimento verde

- 1/2 Pimento vermelho

- 1 Cebola grande

- 1 Ramo de coentros

- Sal, azeite, água qb

Cerca de 2 horas antes temperei as trutas com um pouco de sal.

Arranjei os legumes e cortei grosseiramente para dentro de um pirex, que pudesse ir ao forno.

Coloquei as trutas em cima dos legumes, introduzi algumas "pezinhos" de coentros nas "barrigas" das trutas e o restante coloquei em cima do peixe.

Reguei com azeite, um golinho de água e levei ao forno a assar.

Acompanhei com batatinha cozida.




Pão Meio Integral

Começar bem o dia, com pão ao pequeno almoço.



Ingredientes:

- 300 ml de água

- 1 colher de café de sal

- 100g. de farinha de trigo integral

- 400g. de farinha de trigo tipo 65

- 1 colher de café de açúcar

- 2 colheres de sopa de gérmen de trigo

- 1/2 colher de café de Fermento granulado


Juntar todos os ingredientes na cuba da MFP, segundo a ordem de apresentação.

Seleccionar a quantidade de massa I e o programa de Pão Integral.

Nota: 1 colher de café = medida pequena
1 colher de sopa = medida grande



Por vezes faço com esta receita pequenas variações:

- A seguir ao Bip junto 1 colher de sopa de sementes de sésamo ou de linhaça;

- Substituo 1 ou 2 colheres de sopa de farinha de trigo por farinha de gluten ou farinha de soja;


segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Bolo de Café

Um bolo muito agradável para uma tarde de domingo.

Ingredientes:

- 250 g de Farinha com fermento

- 250 g de Açúcar amarelo

- 4 ovos

- 1 colher de sopa de mel

- 1,5 dl de Azeite (mal medido)

- 1 colher de chá de erva doce

- 1 colher de chá de canela (bem cheia)

- 1 chávena de café bem forte (fiz com café solúvel)

- 1 colher de café de fermento em pó


Envolver a farinha, com o fermento, a erva docee a canela
Bate-se bem o açúcar,o mel e as gemas.
Juntar o azeitee o café praticamente frio.
Por fim juntar as claras batidas em castelo com a farinha, alternadamente.

Vai ao forno, não deixando queimar (o meu forno é eléctrico e cozeu durante 45 minutos a 170G).

Quando retirar do forno, desenformar ainda quente e polvilhar com um pouco de açúcar granulado.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Queijinhos de Figo

Quase a terminar o Verão, mais uma receita de figos, como faz a minha mãe.


Ingredientes:

- 600gr de Figos secos

- 400 gr de com pele (pode ser mais)

- 350gr de açúcar

- 3 colheres de chá de chocolate em pó

- 2 colheres de chá de canela

- 2 colheres de chá de erva-doce

- 1 cálice de aguardente de figo ou de Amarguinha

- 2,5 dl de água

- Casca de limão

- Estrela de anis (facultativo)


Comece por aquecer os figos, ligeiramente no micro ondas (facilita a tarefa de picar os figos).
Após picar os figos com a ajuda de uma faca, leve ao 123, ou melhor ainda, se tiver uma relíquia como esta "máquina de migar"obtém melhores resultados.




Entretanto, pique também o miolo de amêndoa, com pele, e reserve alguns miolos para a decoração.
À amêndoa moída junte a canela, a erva doce e o chocolate.
Leve um tacho ao lume com a água e o açúcar, até fazer ponto de estrada (quando passar a colher de pau no fundo do tacho deve ver-se o fundo como se fosse uma estrada). Nesta altura junte a aguardente, a estrela de anis, a raspa de limão e o pau de canela.
Acrescente a massa de figo e misture bem até o figo ficar todo passado. Depois acrescente a amêndoa e a restante mistura. Envolva bem, e deixe secar um pouco a massa.
Retire do lume e deite num prato polvilhado de açúcar.
Ainda quente, molde pequenos bolinhos e passe-os por miolo de amêndoa sem pele que foi triturado no 123.
Colocar numa caixinha de papel frisado, e decore com outro miolo de amêndoa pelado e torrado.



Aconselho a utilização de uma panela com fundo "espesso", como por exemplo uma panela de pressão porque não queimar e facilita a realização do ponto de açúcar.

Fazer os bolinhos com a ajuda de açúcar deixa o bolo brilhante.


Ficaram muito bons .....podem crer.....


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Estrelas de Figos


Que lindo figos, estendidos ao sol, em esteiras, num terraço Algarvio.



Figos, que poderão ser para fazer estrelas de figo, como as que se fazem em casa da minha mãe...





Ingredientes:

- 80 Amêndoas
- 40 Figos

Escaldar as amêndoas, escorrer e ainda quentes pelar (faço no micro-ondas).
Abrir as amêndoas ao meio e levar ao forno a torrar ligeiramente.

Entretanto, escolher figos secos, aproximadamente do mesmo tamanho.Cortar o pezinho e, com uma faca, fazer um corte em cruz, abrindo o figo mas sem os dividir na totalidade. Espalme-os bem e coloque-os numa bancada com a pele virada para baixo.

Disponha as amêndoas torradas nos bicos das estrelas e nos espaços entre cada bico. Coloque outro figo seco por cima e una bem para que as amêndoas não se soltem.

Colocar as estrelas num tabuleiro e levar a forno brando aproximadamente durante 30 minutos.Virar as estrelas, uma vez para não queimar.

Podem-se guardar durante algum tempo e ficam deliciosamente perfumados se, na caixa onde os acondicionar, colocar um raminho de funcho.

Related Posts with Thumbnails